quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Acadêmicos de Gravataí 2011

Acadêmicos de Gravataí

Fundação: 26 de fevereiro de 1961
Cores: vermelho e preto
Símbolo: onça negra
Presidente: Rita Virginia Bittencourt
Intérprete: Rudi
Mestre de Bateria: Márcio
Mestre-sala e porta-bandeira: João Boff e Suelene Neves
Carnavalesco: Daniel Borges
Enredo: A Onça Negra, em Seu Cinquentenário, Busca Inspiração em um Doce Refúgio Chamado Cacique de Ramo

Samba-enredo
Autores: Jailson Barbosa, Fabio Castilhos, Duda do Cavaco e Vinícius de Souza

Meu samba é gostoso, dá água na boca (Refrão)
Nas garras da onça eu vou te levar
Vou caciqueando, são cinquenta anos
Balança comigo, vem comemorar

Ao pé da tamarineira
Um lindo sonho se tornou real
Plantou-se a semente do samba
Floresce um patrimônio cultural
Doce refúgio consagrado
Abençoado pelas mãos do criador
Berço de artistas, poetas e sambistas
Morada da inspiração
Ao som do banjo, repique, tantã
Desponta o som da manhã
Batuca o meu coração

(Onde) rola pagode sob a lua no terreiro (Refrão)
Com partideiros lá do fundo de quintal
Cacique de Ramos é constelação
A iluminar Gravataí no Carnaval

A onça rouba a cena e surge triunfal
Rompendo barreiras a ex-foliã
Da nossa bandeira és a guardiã
Lavando a alma, me acabei na passarela
Bahia, São Miguel, a massa fez a festa
Desbravou ‘brasis’ e por Paris se encantou
É meia-noite, apague a luz
O lanterneiro anunciou
Por ti chorei, sorri de emoção
O show vai ter que continuar
Na força do meu pavilhão

Nenhum comentário: