domingo, 5 de fevereiro de 2012

Sábado - 18 de fevereiro

01- Estado Maior da Restinga
Fundação: 20 de março de 1977
Presidente: Preto
Interprete: Wander Pires
Carnavalesco: Paulo Jorge
Mestre de bateria: Guto
Porta-estandarte: Tatiele
MS e PB: Chucha e Priscila

Samba-enredo:
Da mitologia à realidade, a Tinga de taça na mão – Vinhos do Brasil, sinônimo de qualidade, saúde, prazer e prosperidade
 Autores:André Diniz e Wander Pires


Mania de erguer a taça
É o cisne
É meu orgulho, é meu maior prazer
Tingiu sua história de amor e de raça
Brindando vitórias o povo se abraça
Em linda comunhão
É festa, luta em louvação
É o vinho, mitologia, caminho, filho de Zeus
Divinos cachos, passos, baco em taças de ouro
Fez da sagrada cultura o néctar da humanidade
Transbordou o velho mundo
E foi ganhando brasilidade

No Sul foi se espalhar, missões a consagrar
Se apaixonou por essa terra, subiu a serra
E tanta qualidade fez brotar


Mãos imigrantes nutriram o sonho
Brotou alegria
Ramos florescem saber à altura
No gelo, a jóia madura
Pelo velho Chico, um jovem sabor
Meu Rio Grande projetou
Passado, presente, valor sem igual
Heranças do tempo colonial
Festa da Uva, a nostalgia de Caminhos de Pedra
Por velhos trilhos da Maria Fumaça
Simbolizando, a história me espera
Tem cheiro de festa no ar
Exala o sabor que me chama
É hora de comemorar
Tinga teu povo te ama!

Faz bem pra alma e pro coração
Deixa o meu samba te embriagar
Um sentimento sem moderação
Eu sou Restinga


02- Império da Zona Norte
Fundação: 20 de março de 1975
Presidente: Marco Moraes
Interprete: Sandro Ferraz
Carnavalesco: Renato Lage
Mestre de bateria: Jr. Aruanda
Porta-estandarte: Rejane
MS e PB: Marcelinho e Gisa


Samba-enredo:
O Império contra-ataca
Autores: Tabajara Ortiz e Wilson da Silva

Vem meu Império do espaço sideral
Mostrar na avenida que o bem venceu o mal
Milhões de estrelas a iluminar este chão
Da Zona Norte veio a revolução


Guerreiros imperiais
Vão em busca de seus ideais
Forjados na força e na fé
Erguem o seu estandarte
Adornado por leões alados
Símbolo da força e do poder
Combatendo os males do mundo
Imperiano vai à luta pra vencer

Eu tenho a missão de educar o povo
Combater a fome e a pobreza
Cuidar do corpo e da alma e a mente purificar
Preservar a natureza


Chega de desigualdade
Vamos transformar o cidadão
Crianças são a esperança
O futuro da nação
No contra-ataque final
Pra virar o jogo do bem contra o mal

É o amor à arte que me faz lutar
Pra me tornar um vencedor
Neste Carnaval


03- Protegidos da Princesa Isabel
Fundação: 15 de novembro de 1969
Presidente: Geada
Interprete: Fábio Ananias
Carnavalesco: Comissão de carnaval
Mestre de bateria: Jean Marcelo
Porta-estandarte: Mosa
MS e PB: Chuca e Elida


Samba-enredo:
Das trevas à luz – Seguimos Protegidos rumo ao paraíso
Autores: Samir Trindade, Marcelo Demétrio e Gustavo Barros

Sou Protegidos da Princesa Isabel
O samba é meu paraíso
Em qualquer lugar, amor
Por você eu vou


Senhor, onde foi parar a criação?
A beleza divina não é mais um poema
Chegamos na escuridão, é o fim
A noite aos olhos do homem se faz eterna
Revela morte, fome, peste e guerra
É o mal que vai reinar
Lamentos de dor se espalham no ar
Plantamos aqui e vamos colher
Um mundo cruel pra se viver

Chora, natureza chora
Fauna, flora, céu e mar
És oh mãe a esperança
Pra vida enfim se renovar


Num toque de magia seus filhos despertam
Das trevas à luz de um novo dia
A brisa no rosto não é ilusão
É chama que aquece o meu coração
Meu pai seja você quem for
Estás aqui e protegido estou
Vem chegando seres divinais
Num lindo sonho sinto paz
No céu o vermelho, o verde e o branco
Saudade que brilha as cores do manto
Paixão que fez crescer a união
Hoje refletida em nossa emoção

04- Embaixadores do Ritmo
Fundação: 11 de fevereiro de 1950
Presidente: Gustavo Giró
Interprete: Paulinho Mocidade e Farelo
Carnavalesco: Alecsandro Silva
Mestre de bateria: Jouber
Porta-estandarte: Neca
MS e PB: Diego e Natália


Samba-enredo:
O que os olhos não vêem o coração não sente
Autores: Vinícius Maroni, Vinícius Brito, Fábio Santiago e Saimon

O santo guerreiro voltou
E segue na luta, não vê quem não quer
Mas sente na pele o amor
De quem faz do samba um canto de fé


Foi ela
Eu sei
A curiosa que "com prometeu"
Quis ver, se meteu! Ai, meu Deus!
Ô, taca fogo que a chapa esquentou
Pro homem, êta bicho apaixonado
Traz no peito um tambor alucinado
Que o leva a amar e entender
Se aventurar e renascer
A bel prazer constrói seu mundo
Onde a vida é feita pra viver

Um cenário em cor a natureza a sorrir
Toda beleza da flor
Deságua sob o luar
Tudo faz despertar o amor


Nem só o que se vê
É o que se sente, pode crer
Pois a felicidade está dentro de você
Se o coração esquece a solidão
Traz quem está longe
Muito além do horizonte
Magia dessa nota que sai da cartola
Enverga mas não quebra o amor pela escola
Que é paixão pra vida inteira
Abre o olho e respeita a bandeira

05- Imperadores do Samba
Fundação: 19 de janeiro de 1959
Presidente: Luiz Carlos Amorim
Interprete: Vinícius Machado
Carnavalesco: Silvio Oliveira
Mestre de bateria: Sandro Brinco
Porta-estandarte: Elizandra
MS e PB: Tiago e Fernanda


Samba-enredo:

Imperadores apresenta Paulo Paim – Um leão na luta, que só faz o bem sem olhar a quem
Autor: Hugo Fiscal


Vem meu amor, a Imperadores chegou
A nossa família te envolve em seu manto
Respeite o leão nessa avenida
Traz Paulo Paim lição de vida


O céu se enfeitou
E o sol nascendo vem pra clarear
É luz que iluminou o seu caminhar
Menino começa a sonhar
Vem lá de Caxias do Sul
Trabalho é sua verdade
Pra mudar toda realidade
Encontrou no aço e no metal
Resistência, é luta sindical
As idéias chegam e vão surgir
É a liderança a lhe seguir

Sua estrela brilhou
Companheira é a sua verdade
O povo quer paz, mais amor e dignidade
O negro sonhou, vibrou e gritou igualdade
Liberdade


O homem é um mundo
De coragem, carinho e paixão
Que roda o mundo, unindo a nossa nação
Exemplo de garra, cidadão brasileiro
É gente da gente, um bravo guerreiro
Aplausos
Ao grande senador
Orgulho do país, hoje sou mais feliz
E ao som da sinfônica vem
Um leão que só faz o bem sem olhar a quem

Nenhum comentário: