sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Carnaval secreto na televisão em 2015

Foi confirmado pelo site Setor 1 o que era uma especulação quase fato, o grupo RBS não transmitirá os desfiles do carnaval de Porto Alegre em canal aberto (RBS TV) e sim em canal secreto (TV COM). A notícia é péssima, embora o presidente da LIESPA (Serve para que mesmo esta entidade?, pergunta retórica) entenda que existe algo de positivo no fato; segundo ele os espaços comerciais no Porto Seco que não podiam ser comercializados por questões de contrato agora poderão. Brilhante, não? A pergunta é quem vai comprar um espaço comercial que ninguém vai ver? Certamente os presidentes da escolas que assinaram o contrato de televisão até 2016 com a RBS são fortes candidatos a bancar este custo. Notesse que além de não transmitir por rede aberta para todo o estado, nos dias dos desfiles de Porto Alegre a emissora colocará o carnaval de São Paulo concorrendo com a transmissão que será feita pela rede secreta (TV COM). Os presidentes das escolas e da liga, não que esperasse algo diferente não foram capazes nem de aventar a possibilidade de tentar outra emissora (por exemplo a TVE, que transmite os grupos de acesso); vai para a rede  secreta e ponto final. O carnaval de Porto Alegre que tem apenas uma emissora de rádio transmitindo os desfiles, o evento está cada vez mais secreto. Depois os presidentes falam em sambódromo, profissionalismo; quem não exige respeito nunca será respeitado. A decisão da RBS é desrespeito ao povo do carnaval, ato que só se torna possível pela responsabilidade direta dos presidentes de escolas e ligas que não fazem nada em defesa da cultura popular. Permitiram que o carnaval fosse retirado do centro da cidade, agora decidem que o carnaval será secreto e eles novamente aceitam. Uma vergonha. Certamente a "equipe mais carnavalesca do Brasil" da emissora fará uma grande cobertura do carnaval... carioca, de novo. Pelas informações que rolam por ai a RBS está em dificuldades financeiras e se a empresa decidir que a rádio ficará fora do carnaval de Porto Alegre, quem vai divulgar o evento. Os presidentes tem um plano B? Duvido muito eles não tem nem o plano A, quanto mais uma alternativa. Se o rumo do carnaval de Porto Alegre continuar a ser gerido desta forma, pode ser que em 2015 seja assistido na rede secreta e em 2016 não tenha nem a rede secreta. Posso até prever que logo será anunciado a renovação do contrato com o grupo RBS, afinal eles estão prestando um "grande serviço" ao carnaval. Certamente tem presidente de liga e de escola contando os meses para ser chamado lá na sede da emissora para renovar por mais quatro ou cinco anos com base no atual acordo "fantástico" que assinaram algum tempo atrás. A dúvida é, será que teremos carnaval ainda para transmitir? Quantos patrocinadores terão interesse em não ser mostrados na televisão nos próximos anos? Isto é algo que vai ser interessante de verificar. Pobre carnaval de Porto Alegre, sendo administrado desta forma temo muito pelo seu futuro.

4 comentários:

Anônimo disse...

vergonha para o carnaval de porto alegre um desrespeito com todo povo do carnaval por que nao acham um plano (B) a meses atras vi um dos colaboradores da rbstv dizendo que o carnaval de porot alegre foi pico de audiencia agora eles simplesmente fazem um desrepeito como esse sem nem se quer dar um bom motivo absurdo !

Uanderson Aquino disse...


Meu nome é Uanderson sou administrador do blog UAN Noticias. Neste blog tenho uma pagina destinada ao carnaval o qual também sou grande admirador.

Acompanho, na medida do possível o carnaval de todo País, especificamente as escolas de samba e publico as novidades das escolas de samba. Venho acompanhando o carnaval de Porto Alegre já alguns anos, inclusive já fiz um artigo no blog o qual colocava o carnaval de Porto Alegre como o terceiro do País, e o que me fez ter essa opinião era alem da evolução da qualidade do espetáculo também a cobertura que a RBS TV dava ao evento sendo a única afiliada da Globo que durante o carnaval optava em transmitir o carnaval local ao invés do carnaval de São Paulo.

Isso inclusive era tido como um problema para as escolas paulistanas que não engoliam bem o fato do seu carnaval não ser transmitido em rede nacional assim como ocorre com o carnaval do Rio.

E como disse acompanho o carnaval de Porto Alegre a um bom tempo, e assisti ao vivo pela internet pelo site ClicRBS.

Porem faz uns dois anos que a RBS deixou de transmitir pela internet, isso para mim já foi um mal sinal, e neste ano o site da RBS simplesmente tirou do ar o blog de carnaval que ficava no menu “Entretenimento” do site.

Isso já foi um recado de que a RBS estava deixando de lado o carnaval de seu Estado, mas eu não encontrava nada na internet que me dessa essa informação, ai procurando encontrei seu blog e encontrei essa noticia, a não cobertura do carnaval de Porto Alegre em 2015 pela RBS que ira transmitir o carnaval de São Paulo.

A RBS e a Globo do Rio Grande do Sul, alias da região Sul, por mais que possa ter passado por algum aperto financeiro, que neste caso não é exclusividade da emissora, hoje praticamente todas as empresas estão enxugando a folha de pagamento, ate a Record que tem uma mesada da Universal tem demitido, nada justifica a postura da RBS em deixar de lado o seu carnaval, as suas escolas de samba que ainda sofrem com a falta do sambódromo fixo. Na realidade a RBS provavelmente se vendeu as pressões da Globo que sempre quis enfiar goela abaixo o carnaval paulistano a todo Brasil para agradar o mercado publicitário que é predominantemente paulistano, nem os índices de audiência justificariam uma vez que o carnaval de Porto Alegre rendia ótimos índices a RBS TV.

Se exista falta de qualidade plástica em uma escola de samba ou outra, isso pode ser resolvido. Bato na tecla sempre que o carnaval de São Paulo, hoje suntuoso já foi rudimentar onde nem os paulistanos dava a atenção. Começou a ganhar notoriedade após receber forte investimento financeiro do governo de São Paulo e de empresas deste estado em meados dos anos 90, alem do forte apoio midiático dado pelas organizações Globo. Um dia São Paulo já foi chamada de Tumulo do samba, e hoje já tem a pretensão de dizer que estar em par de igualdade com o carnaval carioca.

Se São Paulo conseguiu porque Porto Alegre não poderia? Porque a RBS resolveu dar para trás e abandonar suas escolas de samba? Ao mesmo tempo como pode as escolas de samba de Porto Alegre aceitarem isso com tanta passividade?

E com pesar que li esta noticia de um carnaval que tinha potencial mas simplesmente esta se deixando morrer na praia.

Uanderson de Aquino.

Luciano Amaral disse...

Temos que assumir de fato que somos carnavalescos e assumir de fato que é cultura popular gaúcha, muito além de apenas diversão. Aliás diversão que nosso povo da periferia quase não tem.
É preciso pensar em algum tipo de mobilização por essa cultura, sem depreciação de qualquer outra, seja ela tradicionalíssima ou não.
Luciano Amaral

Anônimo disse...

Não é assim tão simples. A Globo já vinha sendo pressionada em São Paulo pelo fato de deter exclusividade na transmissão dos desfiles paulistanos, cujos custos são subsidiados pela prefeitura de lá. A razão do subsídio é a de divulgar a cidade. Não teria sentido, portanto, a Globo se beneficiar da exclusividade na transmissão de um espetáculo, mas não transmiti-lo. Havia a ameaça de perder a exclusividade para a Band. O recado foi claro: ou transmite para todo o Brasil ou perde a exclusividade.