domingo, 2 de outubro de 2016

Praiana - Samba 2017



As rosas não falam, mas exalam o perfume que roubaram de ti...Praiana canta Cartola em Verso e Prosa.
Autores: Thayson Marques, Arthur Ramos, Jonatan Camargo, Leonardo Machado, Marcelo Pujol, Henrique Trezeguet

A saudade bateu aqui dentro do peito
Ao som de acordes, lindas melodias
Cantar Cartola, é o bem que me faz
"Trago" a emoção, meu manto Praiana
Em verde e rosa essa paixão inflama

Vem de lá
De onde o sol sempre nascerá
Um lindo anjo na pureza de sonhar
"A alvorada"anuncia que beleza
Nasceu no berço seu destino de inspiração
A sua sina, o poder da criação
A malandragem que lhe faz sorrir
Mas de repente a tristeza
Envolve a mente inocente, que não quer calar
Oh! Santa mãe!
Na partida deixou a ferida
Marcada bem no coração
Fez das estrelas sua morada
Eterno céu da grande adoração

Nas rodas de samba ao som do botequim
Cantos e encantos, desce mais uma pra mim
Exalando as cores da minha bandeira
Aplausos de uma estação primeira

Acordes geniais ganham o mundo
E o nobre vagabundo se desfaz em decepções
A rivalidade toma forma
Mil motivos o afastam do meio da multidão
Surge da amizade o resgate
Que ilumina seus caminhos
Que já eram tão sem vida
Em um "moinho" de emoções
A encantar os corações
O renascer do grande amor de Dona Zica
Assim descendo o morro a sorrir
Junto ao meu povo
"Ouça-me bem amor" é um desfile triunfal
A ti dedico o meu carnaval

Nenhum comentário: